PALMEIRAS É BICAMPEÃO DA COPA BRASIL DE CLUBES DE BASQUETE SUB-16

DSC 0111
DSC 0111

Entre os dias 14 e 20 de junho, Mackenzie foi palco de mais uma CBCB Sub-16. Sediada pelo terceiro ano consecutivo no clube, o evento teve recorde de inscritos: 28 times de todas as regiões do país.

Na final, entre Vasco e Palmeiras, a equipe paulistana conquistou o bicampeonato consecutivo, após a vitória por 74 a 52 sobre o time carioca. A equipe do Espéria também fez bonito e se consagrou como o terceiro melhor time do Brasil. Na disputa pelo bronze, ganhou do Minas Tênis, por 66 a 62.

A grande novidade desta edição da Copa Brasil, foi a implementação de uma tecnologia já utilizada pela seleção brasileira profissional e em campeonatos internacionais. Em parceria com a FIBA – Federação Internacional de Basquete, foi utilizado um software que coletou os dados individuais de cada jogador durante os jogos. A ação permitiu a montagem de uma estatística para revelar os melhores jogadores do campeonato. Daniel Moreira, do Botafogo, foi eleito o melhor reboteiro da competição. Maurício Silva, do Paulistano, ganhou com a melhor assistência. Tiago Alcantra, do Pinheiros, foi o cestinha da Copa. E João Victor, do Palmeiras foi o MVP do campeonato.

Com o projeto aprovado pelo Comitê Brasileiro de Clubes, em 2017, dando direito ao sediamento do torneio pelo Mackenzie, durante o Ciclo Olímpico 2017/2020, Belo Horizonte passou a ter grande holofote em competições da categoria de base da modalidade. Uma conquista histórica para o esporte mineiro. Desde então, as competições estão sendo viabilizadas com recursos do CBC.

Seguindo o auto padrão de sediamento dos campeonatos, esse ano, o clube contou, mais uma vez, com a transmissão pela internet, em HD, de todos os jogos realizados no ginásio do Mackenzie, e com comentaristas profissionais da área. Além das partidas realizadas no clube, devido ao alto número de participantes, algumas chaves foram disputadas nos ginásios do Olympico Club e do Ginástico-Buritis.

Além da transmissão, o tornei contou novamente com todo suporte fisioterápico para os participantes e também com o que foi o maior sucesso desde o início dos campeonatos: o álbum de figurinhas da Copa Brasil. Ideia pioneira da comunicação do Mackenzie, que virou febre entre os atletas, familiares e técnicos participantes.