MACKENZIE OFERECE SUPORTE MÉDICO E FISIOTERÁPICO AOS ATLETAS

VÔLEI

Ao sediar a Copa Brasil de Clubes de Basquete e o Campeonato Brasileiro de Voleibol, ambos da categoria Sub-16, o Mackenzie ofereceu aos participantes uma infraestrutura especial. Entre os serviços, o apoio médico e fisioterápico ganharam destaque. Em parceria com a Faculdade de Ciências Médicas de Belo Horizonte, o clube deu todo suporte tanto no tratamento quanto na prevenção de lesões.

VÔLEI 3

“Essa estrutura, num campeonato brasileiro, é muito importante. Aqui acontecem muitas lesões, é normal acontecer, é um torneio que exige muito, são muitos jogos. E com um nível de estrutura desses da fisioterapia, a chance de dar tudo certo é muito maior”, pontuou o auxiliar técnico da Associação Esportiva Goiana Basquetebol, Arthur Magnabosco. O profissional ainda contou que teve uma experiência pessoal de sucesso com o fisioterapeuta do Mackenzie, Wesley Oliveira: “o caso que aconteceu comigo foi que eu estou com uma dor na tíbia tem dois meses. Eu fiz um exame e vi que estou com um edema, mas nenhum fisioterapeuta, de vários que eu passei nesse tempo todo, percebeu que isso tinha a ver com um outro problema na minha perna. Aqui, com um minuto, ele observou a forma que eu agachava e descobriu o que era. Então é realmente um cara diferenciado”.

BASQUETE

O atleta do Internacional Regata de Santos, Gabriel Antero, também deu seu relato: “aqui, eu descobri que eu estava com o risco de romper o ligamento do meu joelho direito e eles cuidaram muito bem disso, fizeram bandagem, me ajudaram a tratar e melhorou bastante”.

O fisioterapeuta Wesley Oliveira explicou o trabalho realizado nas competições: “diante do desafio de repetir o sucesso alcançado nos primeiros campeonatos nacionais sediados, nos organizamos em equipes multidisciplinares para ofertar aos atletas e acadêmicos a maior gama de recursos terapêuticos possível e o melhor suporte de atendimento em urgência e emergência no esporte”.

BASQUETE 2

Mas para a técnica da equipe de vôlei do Praia, Mirtes França, esse cuidado do clube vai além da parte física: “a fisioterapia do Mackenzie é mais do que o tratamento em si, ela dá um carinho e uma motivação para o próximo jogo. É nota 10! Isso aqui tem que servir de exemplo”.