ÁLBUM DE FIGURINHAS É SENSAÇÃO NOS TORNEIOS

VOLEI

Disputas por pontos e por figurinhas! Pelo segundo ano consecutivo, os campeonatos brasileiros sediados no Mackenzie, tiveram álbuns de figurinhas. A ideia pioneira da comunicação do Mackenzie é uma das principais atrações dos eventos realizados no clube e tem o objetivo de aumentar a socialização entre os atletas e aliviar as tensões de uma competições tão acirradas.

“Foi uma grande sacada! Todos acabam participando. Vi alguns pais e acompanhantes nessa confraternização de troca de figurinhas. Os atletas, então, nem se fala! Todos buscando sua foto para completar o álbum, então foi uma grande ideia para interagir, para os atletas se conhecerem, realmente foi muito legal”, comentou o técnico de basquete do Internacional Regatas de Santos, Lauro Ruivo.

BASQUETE 3

O treinador de voleibol Luiz Fernando Leão, do Círculo Militar do Paraná, também se surpreendeu com a novidade: “No primeiro dia que tinha álbum, as meninas saíram uma conversando com a outra e geralmente os campeonatos não são assim. Normalmente as equipes nem se veem. Aqui, todas as equipes se conhecem. E isso foi super legal. A interação entre elas foi fantástica”.

E tem até time querendo adotar a ideia: “é a segunda vez que participo do CBI no Mackenzie. As minhas atletas já começam a falar desde o começo do ano deste campeonato, principalmente por esse intercambio que tem. E não posso negar que o álbum de figurinhas é a sensação! A gente está querendo levar a ideia pro Flamengo e fazer o álbum com todos os esportes, por causa de vocês!”, contou o técnico rubro-negro Abel Martins. A líbero do time, Júlia, concorda e brinca: “É uma ideia muito legal, acho que outros campeonatos podiam ter, achei muito interessante e vou comprar tudo”.

VOLEI 2

As famílias também entraram na brincadeira! André Lawrenz, pai da Júlia, central do Cículo Militar, veio do Paraná acompanhar o torneio e entrou na brincadeira: “isso foi uma das coisas mais legais da competição, eu vim com minha filha mais nova também, comprei outro álbum pra ela, colecionamos todos juntos”.

No basquete, os personagens principais dessa história também aprovaram: “essa ideia foi sensacional, né? Você vê na copa as figurinhas dos jogadores e, agora, tem a oportunidade de ser “a figurinha”! Todo mundo focado pra completar seu álbum. E isso ajuda bastante na interação. Se não fosse o álbum, acho que ficaria cada um mais na sua, sem conversar muito. Com a troca, todo mundo se conhece mais”, contou Gabriel Antero, atleta do Inter. O jogador Elias Batista, do Vasco, completou: “O álbum de figurinha é um sucesso! Ajuda muito na socialização. Estou conhecendo pessoas novas, fazendo novos amigos… Somos rivais só dentro das quadras! Do lado de fora, a gente se diverte tentando completar o álbum”.

VÔLEI 4

Os álbuns de figurinhas dos campeonatos sediados no Mackenzie foram feitos em parceria com a empresa Cara Colada.